.posts recentes

. Beijos de Papel

. Trouxa de Camembert

. Rodelas de Chèvre no forn...

. Iogurte "glacé" com café

. Encerrado para obras

. Alegria sem fim

. Foi à 34 anos ...

. "Panne"

. ESQUECIMENTO

. ...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Novembro 2007

Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

"Panne"

Era suposto estar no sitio “X” ás 15.30. Saio com tempo suficiente para fazer o trajecto, estacionar e estar no local à hora exacta. Logo no início deparo-me com um fila enorme, com um andamento muito vagaroso, devido a umas obras, em que passava uma faixa de cada vez. Começo a fervilhar e a praguejar: me----, po------, fo-----, só o tipo da RFM é que me consegue acalmar com a música que me vai dando. Com muito custo lá passei pelo homem da bandeirola verde e pude finalmente seguir caminho. Mais à frente, em dois locais diferentes, mais obras, a cena repete-se, embora com maior brevidade. Finalmente cheguei ao ponto “X”, quase em cima da hora, só faltava encontrar um buraquinho para estacionar. Uma volta, duas voltas, tento a rua da frente, a praceta de traz e nada. O tempo estava a esgotar-se e eu odeio não ser pontual. Como última alternativa vou para um parque de estacionamento subterrâneo, que, regra geral, não são muito do meu agrado. Completo em todos os pisos, tive de descer até ao -3 e reparei logo que as rampas eram do “pioriu” Tento regressar à superfície. No elevador acompanhava-me um estrangeiro, olhámos incógnitos para o painel dos botões e ao calha pressionámos o botão do Piso 0. Viemos parar a um hall todo envidraçado, ainda em fase de acabamento, com acesso para a rua, mas cujas portas estavam todas trancadas. E os ponteiros do relógio a andar… Desolados, regressámos ao elevador e tentámos todos os botões até acertarmos com a saída, que afinal era no Piso -1!!! Muito estranho. Com 17 minutos de atraso lá cheguei ao sítio “X”. Mas o pior ainda estava para vir… Na volta insiro o tiket na máquina, que me solicita 0,80 cêntimos, começo a enfiar moedas pela ranhura abaixo, até me dar conta que esta não aceita moedas de 2 nem de 1 cêntimos. Não tenho mais moedas (nem me lembrei de ver se tinha notas), a fila atrás de mim já formava uma curva jeitosa. Peço ao senhor na minha retaguarda para me destrocar aqueles pretos todos que a máquina teimava em não aceitar. Ele não tinha troco, mas prontificou-se a emprestar-me 10 cêntimos, que afinal era só o que me faltava para concluir o pagamento. Quis dar-lhe os meus pretos, ele não quis, eu insisti, ele não aceita (queria mesmo ser cavalheiro) e no meio do aceita-não aceita os pretos aterraram todos no meio do chão. Lol… Voltei ao elevador de painel estranho, o cavalheiro acompanhou-me, tinha o carro no mesmo piso que eu e quase ao lado do meu. Arranco e quando entro na primeira rampa de curva acentuada, com a parede toda riscada de veículos que já lá roçaram, plooff deixo ir o carro abaixo. Penso:- eu nunca deixo ir o carro abaixo, não é possível que isto me esteja a acontecer?! – Entretanto o tal cavalheiro já está parado na minha traseira e outros carros atrás deste. Faço uma 2ª e uma 3ª tentativa, nada, NAAAAAAADA. Não consigo trepar pela malvada rampa… Começo a entrar em pânico e devia de estar vermelha que nem um tomate pelado. Nisto o cavalheiro bate-me no vidro e pergunta: - Quer ajuda? Num misto de alívio e vergonha aceitei prontamente. Quando me apanhei, de novo ao ar livre, respirei fundo. Ufff, mais uma panne superada. Mas porque é que me estão sempre a acontecer estas coisas???? Será escusado escrever que aquele parque de estacionamento ficou automaticamente banido dos meus locais favoritos de estacionamento; tem um elevador com um painel sem “livro de instruções”, uma máquina de pagamentos que não é generosa, logo não aceita as moedas que eu lhe quero dar e por fim tem uns acessos muito, muito manhosos, carro que eu conduza, não torna lá a pôr as 4 rodas.
sinto-me: Arreliada e corada
publicado por chezki às 15:42
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Teresa a 24 de Abril de 2008 às 16:38
Nem queria acreditar, a minha caracoleta arranjou um tempinho para contar as suas mil e uma aventuras ;)

Tu e as rampas, isso é psicológico, o carro sobe-as na boa, bem mas se for tipo estacionamento El Corte Ingles de Lisboa, que é das coisas mais manhosas que já vi na vida, tens desculpa ;P

Beijinhos***

P.S. - Quero mais coisinhas destas para ler e me rir como só tu me fazes rir aos soluços :D
De chezki a 24 de Abril de 2008 às 22:31
Podes crer que é pior que o do ElCorte Inglês de Lisboa !!!

Beijocas. Mãe Caracoleta
De Mia a 24 de Abril de 2008 às 20:04
oh acabei de descobrir que as situações mais irreais não acontecem só a mim!! É sempre assim, quando temos o tempo contadinho há sempre alguma coisa que dá para o torto! LOLOL
apesar de todos os contras, não deixa de ser um post divertido!
Bjokinhas
De chezki a 24 de Abril de 2008 às 22:38
Obrigado pelo comentário.
Quando leio as tuas "aventuras" também me divirto imenso.
Somos duas "abastadas" em peripécias...
É assim, o mundo é composto por todas a espécies de pessoas.

Beijocas. Bom feriado.
Mãe Caracoleta
De Lil a 24 de Abril de 2008 às 22:33
bom... isso parece um dia tirado da minha vida!!
De chezki a 24 de Abril de 2008 às 22:47
Prazer em "conhecer-te"!!!
Sou fã das tuas nulidades há já algum tempo, mas os meus dias são, quase, sempre tão "encrencados" que não me sobram minutos para as questões virtuais.
Vou tentar fazer um esforço e estar mais presente.

Bom feriado. Mãe Caracoleta

De Teia d´Aranha a 24 de Abril de 2008 às 22:44
O que vale é que há sempre uns cavalheiros que se prontificam a emprestar uma moedinha ou a colocar o veículo em ala de marcha! Mas que são momentos embaraçosos, são! Se bem me conheço... também ficaria da cor de um semáforo... quando está no vermelho...
Beijinho, "Caracoleta"
De chezki a 24 de Abril de 2008 às 22:49
Olá Linda,

Obrigada pela solidariedade.

Beijocas e bom feriado.
Mãe Caracoleta
De Jorge Soares a 24 de Abril de 2008 às 23:37
Olá

No meio disto tudo...descobrimos que afinal os cavalheiros ainda existem...

Eu também tenho o hábito de chegar a horas aos sitios...e entro em parafuso quando sinto que vou chegar atrasado....

Parabéns pelo post
Jorge
De chezki a 28 de Abril de 2008 às 10:22
Alguém que gosta de ser pontual ... é sempre um cavalheiro.

De abelhinha a 27 de Abril de 2008 às 16:33
Peço desculpa pela intromição mas uma sugestão da Leuviah não pode ser ignorada... Acabei de perceber que não sou a única azarada. Também me costumam acontecer situações embaraçosas quando estou atrasada (e estou quase sempre apesar de gostar de cumprir horários).

Beijinho
De abelhinha a 27 de Abril de 2008 às 16:35
... ups, um grande erro. Claro que o que eu queria escrever era intromissão. Logo na primeira conversa e já passo vergonhas destas... eu bem digo que sou azarenta ;)
De chezki a 28 de Abril de 2008 às 10:26
Olá Abelhinha,

Já somos duas azaradas ... mas não vamos desanimar, pois há azares que vêm por bem !!!

PS - Em tempos quis criar abelhas, mas ninguém, lá em casa, me deu ouvidos. Acho-as o máximo!

Beijocas. Mãe Caracoleta
De conchinha a 30 de Abril de 2008 às 22:47
Deve ter sido uma situação um bocadinho embaraçosa, mas de certeza que isso já aconteceu a td a gente. Mas já passou...

Bjs

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds